Paciente que mordeu médico na UPA dá sua versão: ‘fui agredido primeiro’.

0
2

O paciente acusado de morder um médico na UPA de João Pessoa na noite desta segunda-feira (12), deu sua versão do fato, ele acusou o médico de ter iniciado a confusão ao agredi-lo primeiro.

O Paciente, de 52 anos, que não quis se identificar, afirmou que ao dar entrada na UPA o médico queria lhe aplicar determinado medicamento e ele começou a questionar o fato de o médico não ter lhe perguntado se ele era alérgico, nem feito nenhum teste.

Ele contou que acreditava estar enfartando e que o médico subiu na maca e o imobilizou colocando o antebraço em seu pescoço e a perna na virilha para impedir que o paciente se movimentasse enquanto era aplicada a medicação. Após isso, o paciente mordeu o médico no pescoço.

Vídeos mostram o tumulto na área interna e externa do local (veja no final desta matéria).

A Polícia Militar e Guarda Municipal atenderam a ocorrência que foi parar na delegacia para esclarecimentos.

O médico, que é clínico geral, não teve sua identidade revelada.

paraiba.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA