DESLIGANDO OS APARELHOS : Recurso de Tyrone não é admitido no STJ . Situação é insustentável.

O Prefeito de Sousa , Fábio Tyrone sofreu mais revés no conhecido processo da cores , que tramita no STJ e deve extinguir seu mandato .

O gestor Sousense vem sofrendo sucessivas derrotas na corte superior , e onde não se cabe mais recursos de reexame . Os advogados tentam agora um Recurso Extraordinário ao STF , porém o Ministro Relator HUMBERTO MARTINS (Vice-Presidente) , não admitiu o recurso  na noite desta quarta feira . Segundo informações não há elementos , nem pressupostos que atentem para discussão de matéria constitucional .

Dependo do teor do acórdão que deve ser publicado até o dia 21 de maio ,  um possível agravo ao STF pode ser convertido em agravo interno pelo relator , e levar o julgamento ao pleno do STJ e sepultar de vez as esperanças de Tyrone , se também não for admitido.

Um advogado com atuação destacada em Brasília , analisou da seguinte forma a situação : ” É questão de tempo. Não como reverter as penalidades, o que pode ser feito é adiar , porém o tribunal parece perceber as manobras e o processo segue em ritmo acelerado , é uma situação insustentável”

O jurista também lembrou que está com a Ministra do STF , Rosa Weber , um processo de um outro Estado e de outra cidade que pode mudar o rumo dos processos de improbidade administrativa no Superior Tribunal . Segundo ele o julgamento irá criar repercussão geral , e se julgado favorável ao parecer do MPF , nenhum processo de improbidade tramitará no STF , e então os efeitos e as penalidades julgadas já no STJ terão execução imediata. ” É importante acrescentar que , mesmo que esse processo tramite no STF não terá vida longa , não há embasamento constitucional . O MP está atuando de forma incisiva no caso ” arrematou