Início Sousa Gervásio Bernado é retirado da cidade de Sousa pela PF e diz...

Gervásio Bernado é retirado da cidade de Sousa pela PF e diz que Fábio Tyrone pretende “matá-lo”

O motorista do Samu, lotado na Secretaria de Saúde de Sousa, Gervásio Bernardo, que faz parte do programa de proteção à vítimas e testemunhas da Polícia Federal foi retirado da cidade nessa terça-feira (12), por medida de segurança. A informação é do próprio servidor público, que gravou um áudio e encaminhou ao radialista Leonardo Alves da Rádio Líder FM de Sousa.

O áudio só foi divulgado na imprensa nesta segunda-feira (18), quando Gervásio Bernardo já estaria longe da cidade. Não se sabe para onde o servidor foi levado.

“Quando for divulgado o áudio eu já não estarei mais ao alcance da bala de vocês, nem do porrete de vocês, nem muito menos das portarias e manobras administrativas de vocês”. Disse ele.

De acordo com o áudio, o samuzeiro alega que as ameaças se acentuaram após a Comissão Processante, formada por três servidores da prefeitura para apurar supostos desvios de conduta do servidor municipal em Processo Administrativo Disciplinar ter concluído o relatório apontando supostas ‘falhas’ de Gervásio Bernardo com a administração pública.

Apontado por “agir de forma desleal” com a gestão pública, o prefeito Fábio Tyrone homologou em 16 de maio a decisão da comissão e encaminhou os autos para a Procuradoria Geral do Município para apurar eventuais responsabilidades civis e criminais.

“A gestão tem interesse no meu sumiço, seja sair da cidade, seja enterrado na cidade, esse é o real interesse do gestor de Sousa”, declarou Gervásio Bernardo.

Denúncia

Gervásio Bernardo, é conhecido por usar suas redes sociais para fazer denúncias contra a gestão municipal. No ano passado, o funcionário denunciou perseguição aos servidores do SAMU. A denúncia culminou na “Operação Mordaça”, que terminou com a prisão de sete pessoas.

Operação

Uma mega operação entre as polícias civil denominada de “Operação Mordaça” resultou na prisão de sete pessoas envolvidas na tentativa de homicídio contra o Servidor do SAMU de Sousa, Gervásio Bernardo ocorrido no dia 20 de setembro deste ano quando a vítima estava chegando em casa.

Fonte: Portal Diário do Sertão